Av. das Nações Unidas, 18.801 - Conj. 1.324
Cep: 04795-100

São Paulo, SP 

contato@thinkmarket.com.br

Tel. (Whatsapp disponível)

+55 11 9 6930-9993 

+55 11 9 9703-5155 

Lean

Métodologias Ágeis

Empreendedorismo

Marketing

Branding

Logística

Lego Serious Play

Em projetos e processos Lean, sempre há uma forte recomendação de se formar células de trabalho, ou seja, que as operações e pessoas estejam próximas para que os fluxos de informações e/ou materiais sejam conhecidos por todos os colaboradores envolvidos no trabalho (pode-se acrescentar outros stakeholders, como fornecedores e clientes).

Há 01 mês, concluímos o projeto de melhorias em um escritório de contabilidade que vinha constantemente atrasando suas entregas e desagradando os clientes, sem falar na pressão interna sobre a equipe.

O prédio tem 03 andares e em cada um dos andares executava-se uma diferente atividade. Quando uma etapa estava pronta, subia um andar, até chegar ao último, onde aconteciam as assinaturas e liberações dos processos. Esse tipo de movimentação gera o que chamamos de lotes de produção, ou seja, no final da manhã uma pessoa colocava todos os papéis em uma caixa, para levar ao próximo andar. No destino, esses processos saíam da caixa e eram analisados, se h...

O MVP (Minimum Viable Product) diz respeito a um conceito ou uma recomendação de que após o entendimento do problema a ser solucionado os participantes criem protótipos ou simulações da solução (produto ou serviço), com o objetivo de que o “cliente” tenha acesso rápido à solução. A partir do acesso e testes, o cliente pode gerar feedbacks sobre os pontos fracos e fortes do produto ou serviço a ser entregue.

20/03/2019

Kanban significa sinalização em japonês e serve para sincronizar as operações de um processo fabril ou de serviços. Também serve para que os membros do time de desenvolvimento em um projeto puxem a próxima tarefa a ser executada.

13/02/2019

Em alguns cursos técnicos, aprende-se sobre CNTP, um acrônimo de Condições Normais de Temperatura e Pressão, que projeta um ambiente estático e perfeito para testes de diversas naturezas.

Essa maneira de pensar e agir tem sido utilizada também na gestão de projetos, em que após um período de planejamento, imagina-se que as variáveis projetadas permanecerão inalteradas, mesmo após anos de projeto.

Acontece que o momento atual que vivemos está mais próximo de um outro acrônimo: VUCA. As letras de palavras da língua inglesa, que já traduzidas para o português significam:

- Volátil (Volatility); porque as mudanças acontecem de forma rápida e inesperada.

- Incerto (Uncertainty); porque o caminho que planejamos pode estar errado e exige mudanças rápidas.

- Complexo (Complexity); porque há milhares de conexões e variáveis à disposição.

- Ambíguo (Ambiguity); porque há diversas maneiras de se entender um mesmo tema.

A gestão de projetos também precisou se adaptar a esse ambiente em rápida trans...

Outro dia, eu e minha esposa, recebemos em casa um casal de amigos que está com um “bom problema”. Eles abriram um buffet há dois anos, o “Comidinhas & Cia”, direcionado para atender festas de aniversários e casamentos, porque cozinham bem e queriam complementar a renda com esse “hobby”.

Acontece que com a demanda crescente, eles precisam investir para atender os clientes com a qualidade e o nível de personalização que oferecem, mas precisam garantir também uma boa rentabilidade e folga para ter tempo à família.

Já investiram em geladeira, mesa, prateleiras e diversos utensílios, trabalhando sempre com uma margem de risco, ou seja, se as coisas não derem certo, não se perde tanto dinheiro (até porque muitos desses investimentos já se pagaram).

Nas minhas andanças como designer de processos tenho encontrado esse comportamento com muita frequência. O empreendedor tem um certo conhecimento / talento, uma boa rede de relacionamentos e decide transformar tais habilidades em neg...

05/12/2018

De uns anos para cá, o LEGO deixou de ser apenas um brinquedo popular e passou a ser, também, uma ferramenta de construção metafórica e lúdica para a resolução de problemas empresariais. Isso se deve, em grande parte, ao fato de que o LEGO é uma peça genérica, que possibilita construções que estão limitadas apenas à imaginação de quem a usa.

Foi por isso que, em 1996, dois professores, Johan Roos e Bart Victor, criaram o LEGO Serious Play (LSP). Na época, ambos trabalhavam com o presidente da LEGO Company, Kjeld Kirk Kristiansen, na busca por um novo processo estratégico para a empresa, e foi ai que uma equipe foi montada para dar luz ao que seria o LSP.  Os professores, junto com Robert Rasmussen, da LEGO, e outro professor, David Owens, compreenderam que poderiam usar as peças e elementos LEGO como uma ferramenta para abordar os problemas organizacionais.

A ideia é que o método incentive o pensamento criativo como cultura empresarial, fazendo com que as peças e cenários sejam met...

28/11/2018

Recentemente participei de um projeto que tinha como objetivo reduzir os inventários na cadeia logística de um grupo de empresas, sem reduzir os tempos de respostas para as demandas dos clientes. O projeto teve início em uma convenção que reunia os representantes, clientes e fornecedores do setor automotivo. Após muita discussão eles chegaram à conclusão que precisavam tornar a cadeia mais forte, a fim de competir com os concorrentes / cadeias de valor estrangeiros.

O trabalho foi realmente desafiador porque envolveu empresas de diferentes segmentos, portes e culturas. Essas empresas precisaram revelar certos segredos e confiar que o trabalho de co-criação de valor traria bons resultados para a cadeia como um todo, mas principalmente traria bons resultados para o cliente final.

Dan Ariely, um psicólogo e economista americano de origem israelense realizou muitos estudos no campo de comportamento do consumidor e, especialmente dois desses estudos sobre o processo de co-criação de val...

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Categorias
Tags